dezembro 22, 2009

** Verdade **


O que é a verdade além daquilo que seus olhos podem ver ??
O que é real e o que você fantasia?
Falei a verdade contando a mentira...
pois naquela verdade escondi o meu dia...
meus sonhos e contos...
meus cantos e prantos não podem ser fatos, menti a verdade.
Escondi o elo,
o ponto de partida,
convenci o incerto,
busquei a saída,
menti a verdade por que ela é dura, tão forte e impura ... dura de crer.
Não sei se a verdade é como os padres , ou frades e madres que fazem-me crer... que verdade são essas ??
são contos?
promessas?
são festas ... serestas que eu não puder ver ???
Eles dizem que pode, e aquilo não pode, inventam desculpas pra te convencer, mas no fundo do peito e da face escondida, inventam uma vida que não vão viver.
Irreal ou real, maduro ou banal, são coisas distintas e tão adversas...
frases esquecidas e lenços na testa,
são revoluções, pavis, lampiões, buscando a verdade que alguém escondeu.
A verdade é tão sua, tão crua e tão nua, e tão ofuscante que chega a doer.
Seus olhos não mentem, por mais que você tente, não esconde a semente do seu eu, que tudo vê.
Verdade ou mentira não se identifica...
não se otimiza,
não se leva para o céu.
Então faça aquilo em que acredita , se vista, se pinte, e seja você.
Mas não deixe nunca de ser sua verdade!!

7 comentários:

  1. Se o V é o V da verdade 2+2 são 5,
    Não é 4 Não.
    ahshaushaushuahsuhas

    Verdades?
    Muito bom o texto,nos remete a pensar em coisas
    que com o tempo, deixamos de ser criança e deixamos de nos perguntar.

    http://opoestadeplutao.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Lindo, lindo... de se fazer pensar!
    Parabéns pelas poesias!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Olha... eu preciso da verdade
    mesmo sem poesia.
    Mas é mais bonito falar a verdade através de tão linda poesia.

    ;)
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. O auto-engano é incoerente, mas às vezes a verdade dói tanto...

    ResponderExcluir