agosto 15, 2010

"Memórias, lembranças e você."


Canetas em punho, papel amassado, pedaços rasgados ...

Memórias,lembranças e no canto do quarto uma parte de você.

Procura palavras que dela agora fogem, elas insistem em omitir ou expressar suas formas, para assim não definir o “quem” ou “ que”.

Sentada, deitada, com a perna cruzada e a cabeça sustentada por uma das mãos... a outra inquieta com o dedo projeta uma sombra na parede, desenhando seu sonho em vão.

Girando de um lado para o outro, rolando pra cá e pra lá, mexendo seu corpo , revirando sua mente, seus ímpetos, seus impulsos, tentando não encontrar a saudade, tentando encontrar um jeito dela não aumentar.

Seus olhos se fecham, com muito pesar e a contragosto sua mente flutua automaticamente num forte impulso, e te encontra sentado de frente para o mar,olhando para as estrelas que não consegue contar,pedindo clemência para compensar a ausência que talvez cause aos seus.

A brisa serena, sincera,pequena, traz junto a margem energia e amor; e sem perceber ela ; silenciosa senta ao seu lado, sem palavras, somente um afago, pra com sua presença tirar-lhe a dor.

Ela afaga seus cabelos macios e sedosos, acaricia seu rosto limpo e iluminado, se deslumbra com a beleza infinita que enxerga no seu interior.ç Em seus lábios desenham-se linhas perfeitas, em suas mãos o contorno celestial, em seus pés o tempo de que necessitava .. para pensar.. para agir.

E assim ela se foi, e ele lá ficou, e quando despertou de seu sono, seu coração se aquietou ...ela entendeu que o que se almeja se alcança não importa o tempo nem a distancia.

Ele acordou com uma diferente sensação, resolveu dar mais uma chance para o seu coração, avaliou para si o que tinha real valor e decidiu tentar mais uma vez o amor.

E a brisa apenas sorriu e para o mar voltou.



2 comentários:

  1. que lindoo !! é tudo tao profundo ! voce escreve mto bem !!


    http://misscharmaine.blogspot.com/

    ResponderExcluir